Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Desde o início da civilização, a utilização de peles e tecidos para cobrir o corpo tem sido uma contínua atividade da humanidade. Dentre suas constantes preocupações com sobrevivência, alimentação, habitação e vestuário foram temas que sempre mereceram atenção do homem ao longo do tempo. A história de seu vestuário nos mostra que o homem inicialmente utilizou para sua proteção as peles de animais, passando posteriormente a se vestir com as fibras provenientes da natureza, fruto de suas descobertas no período compreendido entre 1000 a 4000 anos AC. Algodão, linho, lã, seda entre outras foram materiais descobertos nesse período, quando a industrialização se estabeleceu como grande marco, daí ser conhecido como o período industrial.

Com a descoberta das fibras artificiais, uma nova e promissora direção química foi sinalizada aos têxteis da época, culminando com a invenção do nylon no ano de 1938 que também serviu de marco para o nascimento da categoria das fibras sintéticas ou man-made fibers (fibras criadas pelo homem).

Já na era industrial, viveu-se um tempo em que roupas eram feitas de tecido e ponto, não existia especificação. Linho ou algodão, era só criar o modelo, fazer o molde e costurá-lo. Algumas vezes, bordados eram aplicados. Desde a popularização das fibras sintéticas, mexer na composição dos fios tornou-se uma atividade constante entre cientistas e engenheiros, já que nos anos 30, virou moda desenvolver fios multifuncionais.

A ideia era “clonar” as fibras naturais usando as sintéticas. Unir o conforto do algodão à praticidade do poliéster, por exemplo, e assim foram criados fios mais modernos como o Tactel, uma poliamida derivada do petróleo. Uma roupa de algodão, ao ser lavada costuma absorver muita água e demorar horas para secar, mas quando mesclamos as fibras de algodão com Tactel, o tecido mantém o toque suave e se torna mais prático, porque seca mais rápido.

 Porque o nome Tactel?

Tactel não é o nome de um tecido exatamente, é uma marca criada pela empresa DuPont, registrada como Marca Tactel, na qual o tecido é composto por 100% poliamida e fio texturizado a ar.  Porém, com o passar do tempo, a procura pelo produto levou as empresas a criarem produtos similares com poliéster, o que trouxe a ideia de um tecido Tactel não puro, mas que sempre foi vendido como tecido Tactel. Um exemplo? Trata-se de um exemplo claro de substituição de um produto pelo nome de sua marca famosa e consolidada, como já aconteceu antes nos iogurtes (Danone) e também nos aparelhos de barbear (Gilette). É basicamente a mesma coisa aqui para o Tactel.

A partir desse exemplo, pode-se entender o Tactel como uma fibra revolucionária para o mercado fashion.

Toque Importante

A moda sempre sugere novos formatos e tendências para tentar agradar ao consumidor. Além disso, pesquisas apontam que o gosto dos clientes costuma se basear no conforto, na beleza e no preço. Daí a necessidade de tornar os sintéticos mais “agradáveis” ao primeiro contato com a mão. Por mais bonito que um tecido seja, se ele passar a sensação de que pode irritar a pele, o comprador desiste na hora de levá-lo para casa. Por isso é essencial testar produtos por muito tempo antes de lançá-los no mercado. Hoje, centenas deles passam por uma bateria de exames até chegar nas lojas.

O Tactel também passou por centenas de exames. Ele é um tipo de microfibra com uma estrutura de fios texturizados, que permitem a boa passagem do ar. Com isso, quando exposto ao sol, ele seca rapidamente. É leve, tem bom caimento no corpo, versátil, resistente, fácil de lavar e possui um acabamento impecável.

Composição e Características

  • 100% Poliamida
  • Construção tela
  • Pode ser lavado a uma temperatura máxima de 40°C
  • Proibido alvejamento
  • Secar em temperatura mínima
  • Passar a ferro a temperatura de no máximo 110°C
  • Limpeza a modo profissional de maneira suave

A Poliamida

O Tactel é composto pela primeira fibra sintética criada pelo homem, a poliamida. Suas principais características são a alta resistência, fácil lavagem, resistência ao amarrotamento, baixa absorção de umidade, o toque agradável e a secagem rápida. Outra grande vantagem da poliamida em relação ao poliéster, por exemplo, é o toque mais sedoso e melhor transpiração.

As poliamidas existem em uma grande variedade, tudo depende da sua composição polimérica, ou seja, dos grupos funcionais ligados a ela e do número de carbonos que compõem os monômeros.

Podemos ver a poliamida sendo usada em diversas fabricações como: carpetes, airbags, relógios, calçados esportivos, uniformes, barracas. Os automóveis de hoje têm pelo menos dez quilos de seus materiais em poliamida, mas isso não contribui para o aumento de seu peso, muito pelo contrário, a poliamida reduz o peso do carro à medida em que substitui outros materiais muito mais pesados, contribuindo para a redução no consumo de combustíveis. Já imaginou o poder que essa fibra tem?

Aplicações

Tendência nos anos 90, o Tactel é um tecido versátil e de alta resistência. Talvez a forma mais conhecida de aplicação seja em bermudas. Fáceis de lavar e de secar! Não podemos nos esquecer dos uniformes, já que quase todos eram produzidos em cima do Tactel, como calças, shorts e jaquetas. Apesar de ser mais utilizado na confecção de uniformes, o Tactel é excelente nos quesitos conforto, durabilidade e absorção de suor.

A nova era tecnológica que vivemos, com a evolução das biotecnologias, a comunicação instantânea, a quantidade e a velocidade de processamento de informações, também está influenciando a nova era dos tecidos. Novos conceitos de funcionalidade e bem estar começam a ser introduzidos nas roupas dos consumidores, que buscam novas formas de expressão, funcionalidade e proteção.

A maneira de se expressar através das roupas também passa pela praticidade de uso e manuseio, com roupas que não necessitam serem passadas e que consumam pouca energia para serem cuidadas, assim como também protejam contra os raios solares, cada vez mais agressivos à pele em função do buraco na camada de ozônio.

E por que se contentar com pouco, não é mesmo? Se possível, os tecidos devem ser relaxantes e darem uma ajudinha no alívio do stress do dia-a-dia. Mas isso tudo ainda é muito pouco se comparado com aquilo que será possível realizar. Algumas das mais novas tecnologias como a genética, a robótica ou a nanotecnologia, poderão exercer papel de destaque no desenvolvimento de novos materiais interessantes para a indústria têxtil.

É nesse cenário que iniciamos o século XXl, uma época que vem dando claras mostras de está longe de ser apenas uma extensão do século anterior. Uma nova era de funcionalidade, mas que vai muito além disso, em que o fator ecológico deve ser protagonista, ou seja, o respeito ao meio-ambiente deve estar presente em qualquer eventual avanço tecnológico. É também nesse contexto em que o Tactel se insere, pois faz parte deste novo e excitante mundo do vestuário deste milênio.

Macias Têxtil é uma empresa 100% brasileira, uma das maiores e mais tradicionais empresas têxteis voltadas à produção de tecidos de poliamida, poliéster ou mistos (blends) destes fios.

Envie seu contato e obtenha o melhor orçamento em tecidos técnicos, esportivos, tecnológicos e colegiais. Quer saber mais? Entre em contato com a Macias Têxtil e conheça nossa gama de produtos.